Olá minhas amigas!

Amanhã as aulas começam por aqui e a rotina dos lanches diários também e sempre recebo lá no instagram diversas perguntas sobre alimentação infantil, mas as que sempre se destacam são:

O que meu filho deve levar de lanche para a escola?

E como ou onde conservar os alimentos?

Primeiramente lanche escolar precisa de um cuidado especial.

Na hora da sua preparação, carinho e criatividade são necessários para evitar cair nas armadilhas dos produtos industrializados, não que sejam proibidos, aqui vez ou outra recorremos aos industrializados, ninguém é perfeito e sim eles pedem às vezes. Mas também precisamos aprender a escolher os alimentos certos e fazer as combinações adequadas garantem os nutrientes, vitaminas e sais minerais essenciais para o bom desenvolvimento dos órgãos e do sistema imunológico, não é modismo e nem algo de difícil execução, muitas vezes achamos que fazer uma lancheira saudável é algo que demanda tempo e dinheiro, mas vou dizer que é ao contrário. Quando aprendemos a fazer combinações ideais tudo economizamos até uma graninha.

“Mas Nathy seus filhos não comem na cantina?” – Sim, comem sim, deixo para que eles comam na cantina apenas na Sexta- Feira e coincidência ou não na escola deles o dia que é livre para guloseimas também é na Sexta -Feira.

Para te ajudar a entender melhor o porquê da importância de uma lancheira saudável, vou usar um exemplo no nosso cotidiano:

Pense naquela feijoada completa na hora do almoço no trabalho, depois de meia hora você só quer dormir e sua produtividade caí em 50% .

Seu filho é a mesma coisa, se ele come algo “pesado”, como uma coxinha e um refrigerante, pouco terá energia para executar as tarefas escolares.

Para uma lancheira completa, coloque uma fonte de carboidrato (barrinha de cereal, pão , frutas, bolinhos caseiros, muffins, pão de queijo), de proteína (queijos, pastinhas de frango, ovos) e outra de micronutrientes presentes nas verduras, legumes e frutas.

O carboidrato garante a energia necessária para as atividades diárias, já a proteína fornece os aminoácidos essenciais para o desenvolvimento estrutural e cognitivo da criança. Já micronutrientes são ricos em vitaminas e sais minerais responsáveis pelo bom funcionamento dos órgãos e pelo desenvolvimento do sistema imunológico

  1.  Otimize seu tempo. Prepare os alimentos com antecedência e congele-os. A maioria dos lanches é possível, bolinhos, pães, biscoitos caseiros.
  2.  Varie os alimentos para fornecer sempre novos nutrientes.
  3.  Invista em receitas práticas e criativas. É possível, por exemplo, fazer versões mais saudáveis dos salgadinhos de festa – uma opção que as crianças amam! Utilize farinha integral que são ricas em fibras e aproveite a base da receita para diferentes recheios.
  4. As frutas podem ser boas substitutas para os doces industrializados. Algumas crianças, porém, podem ter dificuldades para aceitar na dieta. Aqui em casa não é problema, sempre coloco frutinhas na lancheiras e eles adoram.
  5.  Adicione versões mais saudáveis dos produtos. Por exemplo, dê preferência para o bolo feito em casa. Diferente das versões industrializadas – ricas em açúcar, gorduras e aditivos químicos, os caseiros podem ser feitos com ingredientes mais saudáveis e ser complementados com fibras, gorduras do bem e bons tipos de açúcares.
  6. Inclua as crianças na preparação dos pratos. Ensine-os a cozinhar, preparar receitas simples e provar diferentes sabores enquanto se divertem na cozinha.

Algumas dicas e combinações de lanches que fazem sucesso aqui em casa.

Sugestão de lanches

Salgados: pão com requeijão ou com queijo, pão presunto e queijo, biscoito de polvilho, pão de queijo,pão com patê de atum, esfira de carne,pipoca, nuggets.

Frutas: banana, uva, maça, pêra, tangerina, morango, laranja.

Doces: cupcake de banana, pão doce com geleia, bolo de chocolate caseiro.

Liquidos: suco de laranja, limão, suco de maça, leite com cacau, iogurtes

E não esqueça da garrafinha de água.

E como armazenar?

– Abuse de potinhos coloridos com personagens, alimentos picados e com uma apresentação legal para despertar interesse nas crianças.

– Quando for fazer a lancheira chame a criança e deixe ela escolher algo para levar ( lógico que seja algo saudável e nutritivo) Isso fará com que ele conheça os alimentos e desperte interesse pela alimentação

– Tenha potes herméticos e térmicos que caibam na lancheira, pois assim, além de manter o alimento fresco, você pode mandar alimentos frios ou quentes dependendo do que for. Por exemplo: iogurte, chocolate quente.

Agora que você possui todas as dicas em mãos reservei 2 receitas super legais que são ótimas opções de lanches para as crianças.

Lembrando que no meu insta (@nathaliaromano_) sempre tem uma receitinha nova para te ajudar!

Pão de Cenoura

Ingredientes
  • 250 g de cenoura cozida
  • 2 ovos em temperatura ambiente
  • 2 colheres (de sopa) de manteiga derretida
  • 2 colheres (de sopa) de açúcar
  • 1 colher (de sobremesa) de sal
  • 1 xícara (de chá) de leite morno
  • 10 g de fermento seco (1 pacotinho)
  • 1 k de farinha de trigo aproximadamente.

Preparo: No copo do liquidificador adicione a cenoura cozida, os ovos, a manteiga, o açúcar, o sal e o leite.

Bata até a cenoura se liquidificar. Em uma vasilha grande adicione o fermento e junte o líquido do liquidificador, misture e deixe descansar por 15 minutos.

Adicione aos poucos a farinha e vá misturando com auxílio de uma grande colher, quando começar a pesar a massa transfira para uma superfície enfarinhada e sove até obter uma massa lisinha e elástica

Volte para a vasilha, tampe com um pano úmido e deixe crescer até dobrar de volume (1-2 horas)

Volte a massa para a superfície enfarinhada, corte em 32 pedaços e vamos preparar as bolinhas dos nossos pãezinhos e colocar em uma assadeira enfarinhada para crescer novamente, levará umas 2 horas, Quando suas bolinhas dobrarem de tamanho, ligue o forno na temperatura mais alta do seu forno e deixe por 30 minutos aquecendo, forno quentinho, leve seus pãezinhos para assar, após os primeiros 15 minutos abaixe a temperatura para 200°C e deixe assar até ficarem douradinhos!

Retire do forno e deixe esfriar em uma gradinha
Coma quentinho ou guarde em um pote hermético depois de frio.
Observação: A quantidade de farinha pode variar de 800g – 1kg
Mini panqueca de banana
  • 1 banana
  • 1 ovo
  • 3 colheres de farelo de aveia ou aveia ou farinha de aveia 
  • canela (opcional)
  • 1 colher de sobremesa cacau ( opcional)
  • NÃO É PRECISO ADOÇAR

Preparo: amasse a banana com um garfo, acrescente o ovo e a aveia mexendo bem com o garfo, coloque a canela e o cacau (opcional). Em uma frigideira anti aderente untada com óleo de coco ou manteiga coloque o equivalente a 1 colher de sopa da massa para fazer as panquequinhas. Doure dos dois lados.